Arquivo por categoria: Falecimento

fev 02

FERNANDO HENRIQUE CARDOSO VISITA LULA NO HOSPITAL

FHC FOI ACOMPANHADO DO EX-MINISTRO DA JUSTIÇA JOSÉ GREGÓRIO

alx_Lula FHC Foto Ricardo Stuckert

QUANDO A EX-MULHER DE FHC MORREU, EM JUNHO DE 2008, O EX-PRESIDENTE LULA COMPARECEU AO VELÓRIO DA ANTROPÓLOGA RUTH CARDOSO (Foto:reprodução/internet)

      Fernando Henrique Cardoso visitou na tarde desta quinta-feira, 2, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no hospital Sírio-Libanês, onde a ex-primeira-dama Marisa Letícia, de 66 anos, encontra-se internada sem atividade cerebral, em São Paulo. FHC chegou no meio da tarde acompanhado do ex-ministro da Justiça José Gregório. 

    Quando a ex-mulher de FHC morreu, em junho de 2008, o ex-presidente Lula compareceu ao velório da antropóloga Ruth Cardoso. 

   Políticos e ex-ministros acompanham o ex-presidente e sua família no Sírio-Libanês. Estavam no hospital os ex-ministros Guido Mantega, Fernando Haddad, Miguel Jorge e Alexandre Padilha. Durante a manhã, chegaram os senadores petistas Lindbergh Farias, Gleisi Hofmann e Humberto Costa. Mais cedo, a ex-presidente Dilma Rousseff divulgou nota de pesar. Desde que Marisa foi internada,  Lula recebeu apoio não apenas de seus aliados. Adversários no campo político também prestaram solidariedade nos últimos dias. O presidente Michel Temer ligou para Lula no primeiro dia de internação de Marisa. O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), o ministro das Relações Exteriores, José Serra (PSDB-SP), e o senador e presidente nacional do PSDB, Aécio Neves (MG), também entraram em contato com Lula.

    Marisa Letícia está sem aparelhos desde que os médicos detectaram na manhã desta quinta a ausência de atividade cerebral da mulher de Lula.

Fonte: Redação/D&P

=================

Comentários:

        Todos os comentários são moderados, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Não serão aceitas mensagens com links externos ao site, em letras maiúsculas, que ultrapassem l mil caracteres, com ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência.

        Não há, contudo, moderação ideológica. A ideia é promover o debate mais livre possível, dentro de um patamar mínimo de bom senso e civilidade. Obrigado.

 

jan 24

Cármen Lúcia autoriza equipe de Teori a retomarem os trabalhos

Com a decisão da presidente do STF, depoimentos dos executivos da Odebrecht acontecerão nesta semana. Trabalhos foram suspensos devido a morte do ministro

alx_Carmen-Lucia

 

Cármen Lúcia, presidente do Supremo. Não, ela não pode ser relatora do petrolão (foto: reprodução/internet)

     A presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, autorizou na noite desta segunda-feira a retomada dos trabalhos de auxiliares do ministro Teori Zavascki, morto em desastre aéreo na última quinta-feira, nas delações de executivos e ex-executivos da Odebrecht.

     A morte do ministro, que era o relator da Operação Lava Jato no Supremo, fez com que os trabalhos fossem paralisados. Com a decisão da presidente do STF, no entanto, depoimentos de executivos marcados para esta semana serão mantidos. Nessas oitivas, eles deverão confirmar se fecharam acordo de delação de maneira voluntária.

A     inda não há previsão de indicação de um novo relator para os processos relacionados a Lava Jato no Supremo. O presidente Michel Temer já anunciou que só escolherá o nome do novo ministro que irá compor a Corte após a definição do Supremo sobre o novo relator da investigação.

    Nesta segunda, Cármen Lúcia procurou informalmente ministros da Corte para conversar sobre o futuro da Operação Lava Jato. A presidente do STF ainda precisa decidir sobre a redistribuição das ações a outro integrante da corte. Ainda há dúvidas se a distribuição será feita entre todos os integrantes do STF ou somente entre os ministros da Segunda Turma, colegiado do qual Teori fazia parte. O regimento interno do Supremo autoriza as duas possibilidades.

Fonte: Jornalista Rafaela Lara/Veja

================

Comentários:

        Todos os comentários são moderados, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Não serão aceitas mensagens com links externos ao site, em letras maiúsculas, que ultrapassem l mil caracteres, com ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência.

        Não há, contudo, moderação ideológica. A ideia é promover o debate mais livre possível, dentro de um patamar mínimo de bom senso e civilidade. Obrigado.

 

jan 24

IVES GANDRA MARTINS FILHO LIDERA APOSTAS PARA VIRAR MINISTRO DO STF

PRESIDENTE DO TST É MUITO QUALIFICADO, FIRME E TEM CORAGEM

alx_Ives Gandra Martins Filho foto CNJ

PRESIDENTE DO TST É CONHECIDO POR FIRMEZA, SERENIDADE E CORAGEM (foto: reprodução/internet)

     O ministro Ives Gandra Martins Filho, presidente do Tribunal Superior do Trabalho (TST), lidera as apostas para ser indicado pelo presidente Michel Temer à vaga do ministro Teori Zavascki no Supremo Tribunal Federa (STF). Magistrado muito admirado, Ives é conhecido por sua firmeza, pela serenidade e coragem. Rigoroso e incorruptível, há anos ele fez voto de pobreza. Vive em acomodações da Igreja, em Brasília. A informação é do colunista Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

    Ao assumir a presidência do TST, o ministro Ives cancelou projetos e benesses que onerariam os cofres públicos em mais de R$1 bilhão.

    Vários ministros do próprio Supremo integram o fã-clube de Ives Gandra Martins Filho, como já atestou Michel Temer pessoalmente.

    No STF, o ministro Ives poderia dar sequência à sua verdadeira cruzada contra excessos de decisões da própria Justiça do Trabalho.

    Pegou bem Temer só indicar o novo ministro após a escolha do novo relator da Lava Jato. “Decisão de estadista”, diz um ministro do STF.

Fonte: Redação/D&P

==============

Comentários:

        Todos os comentários são moderados, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Não serão aceitas mensagens com links externos ao site, em letras maiúsculas, que ultrapassem l mil caracteres, com ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência.

        Não há, contudo, moderação ideológica. A ideia é promover o debate mais livre possível, dentro de um patamar mínimo de bom senso e civilidade. Obrigado.

 

jan 23

Ministros do STF divergem sobre escolha de relator da Lava Jato

Em caráter reservado, ministros defendem a remessa dos processos da Operação a um dos integrantes da Segunda Turma da Corte, da qual Teori fazia parte

alx_teori-stj-20170119-0002

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Teori Zavascki (foto reprodução/internet)

      Enquanto a presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Cármen Lúcia, não se manifesta sobre quem vai assumir a relatoria da Operação Lava Jato, ministros da Corte ouvidos pelo jornal O Estado de S. Paulo divergem sobre como a escolha deveria ser feita. O caso era relatado por Teori Zavascki, que morreu na última quinta-feira em desastre de avião em Paraty, no litoral do Rio.

      Em caráter reservado, ministros defendem a remessa dos processos a um dos integrantes da Segunda Turma da Corte – da qual Teori fazia parte. Nesse caso, a relatoria ficaria com Gilmar Mendes, Ricardo Lewandowski, Dias Toffoli ou Celso de Mello. Outros alegam que, como há investigados julgados no plenário – caso do atual presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL) –, a distribuição deveria ser feita entre todos os magistrados do Supremo.

       Entre os integrantes da Corte há também quem defenda que Cármen Lúcia deveria seguir à risca o regimento interno, remetendo o caso ao substituto de Teori no tribunal. Possibilidade praticamente descartada diante da declaração do presidente Michel Temer, durante o velório do relator, de que só indicará o novo ministro após definida a relatoria da Lava Jato pelo STF. A decisão veio depois dos sinais enviados por Cármen Lúcia ao Planalto de que o substituto não será o relator.

     Se outros artigos do regimento forem seguidos, ainda é possível que casos urgentes sejam encaminhados aos ministros revisores da Lava Jato. Na Segunda Turma, o revisor é o decano, Celso de Mello. No plenário, o revisor é Luís Roberto Barroso.

        Os investigados a ser julgados pelo STF são aqueles com foro privilegiado, como ministros de Estado, deputados e senadores. A morte de Teori, que pretendia decidir sobre a homologação das delações de executivos e ex-executivos da Odebrecht ainda na primeira quinzena de fevereiro, criou apreensão sobre a manutenção do caráter técnico na condução do caso.

Urgência

     Uma demanda considerada urgente na Corte é dar andamento ao processo de homologação das 77 delações da Odebrecht. A equipe de Teori trabalhava no material mesmo durante o recesso do Judiciário, mas, após a morte do relator, tudo foi paralisado.

     De acordo com dois ministros, a probabilidade de Cármen Lúcia homologar as delações até 31 de janeiro, quando acaba o período de recesso, é baixíssima.

    Primeiro, porque acreditam que não há previsão legal ou regimental para tal ato. Para um ato urgente, será necessário definir o novo relator e considerar que há urgência em validar as delações como prova.

      Em segundo lugar, os ministros acreditam que não faz parte do perfil da presidente do Supremo tomar uma decisão dessa relevância sozinha. A avaliação é de que ela deve promover conversas informais sobre o assunto com os colegas. Os ministros estão prontos para iniciar a discussão interna. Há quem considere a possibilidade, entre assessores e ministros, de antecipar a volta das férias.

Silêncio

    Por ora, os ministros aguardam os primeiros sinais para saber como Cármen Lúcia vai agir. E consideram que deverão participar da decisão, tão logo ela dê abertura. No fim de semana, a ministra optou por manter a discrição.

    A presidente do Supremo retornou a Brasília logo após participar do velório de Teori neste sábado, em Porto Alegre. Na cerimônia fúnebre, evitou conversas com os colegas de Corte.

     Uma das primeiras autoridades a chegar ao velório de Teori, Cármen Lúcia esteve apenas em alguns momentos no plenário do Tribunal Regional Federal da 4.ª Região (TRF-4), onde estava o caixão. Por isso, não conversou com os demais ministros no local: Dias Toffoli – um dos mais emocionados –, Gilmar Mendes, Edson Fachin e Ricardo Lewandowski.

     A ministra também não acompanhou os ministros em almoços após o velório. Toffoli e Lewandowski dividiram mesa em uma churrascaria famosa na cidade. Já Gilmar saiu mais cedo, após almoçar com o ministro-chefe da Casa Civil e um dos homens fortes do governo Temer, Eliseu Padilha.

    Na noite deste domingo, convidado por Temer, Gilmar foi recebido em jantar no Palácio do Jaburu. No encontro, que não constava na agenda oficial do presidente, os dois tiveram “conversas de rotina”, de acordo com a assessoria de imprensa do ministro do Supremo.

Fonte: Redação/Veja

=============

Comentários:

        Todos os comentários são moderados, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Não serão aceitas mensagens com links externos ao site, em letras maiúsculas, que ultrapassem l mil caracteres, com ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência.

        Não há, contudo, moderação ideológica. A ideia é promover o debate mais livre possível, dentro de um patamar mínimo de bom senso e civilidade. Obrigado.

jan 19

FILHO DO MINISTRO CONFIRMOU QUE PAI ESTAVA NO AVIÃO QUE CAIU

TEORI ESTÁ NA LISTA DE PASSAGEIROS DE AVIÃO QUE CAIU EM PARATY

alx_Aviao Paraty Teori

BOMBEIROS REVELARAM QUE TRÊS PESSOAS MORRERAM E UMA FOI RESGATADA COM VIDA. A IDENTIDADE DO SOBREVIVENTE NÃO FOI CONFIRMADA

Fonte: Redação/D&P

==============

 Comentários:

        Todos os comentários são moderados, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Não serão aceitas mensagens com links externos ao site, em letras maiúsculas, que ultrapassem l mil caracteres, com ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência.

        Não há, contudo, moderação ideológica. A ideia é promover o debate mais livre possível, dentro de um patamar mínimo de bom senso e civilidade. Obrigado.

jan 19

Teori estava em avião que caiu no litoral do Rio, dizem STF e família

O ministro do STF Teori Zavascki estava em aeronave que caiu no litoral do RJ

alx_ministro Teori

    Um avião de pequeno porte caiu no começo da tarde desta quinta-feira (19) no litoral de Paraty, na região sul do Estado do Rio de Janeiro.

    O STF (Supremo Tribunal Federal) informou que nome do ministro Teori Zavascki estava na lista de passageiros de um avião que caiu em Paraty, no Rio de Janeiro, informou a assessoria de imprensa do STF.  Teori é o relator da Operação Lava Jato no Supremo.

     Ainda segundo o STF, o presidente Michel Temer e a ministra Cármen Lúcia já foram informados do acidente.

   O filho do ministro, o advogado Francisco Prehn Zavascki, também confirmou que o ministro estava na aeronava. “O pai estava no avião e a família está aguardando por um milagre”, disse Francisco.

    Segundo a assessoria de imprensa do STF, a presidente da Corte, Carmén Lúcia, está retornando à sede tribunal. Ainda não há informações sobre se ela irá ao Rio de Janeiro acompanhar os desdobramentos do acidente.

   Segundo a assessoria de imprensa da FAB (Força Aérea Brasileira), o avião de modelo Beechcraft C90GT, prefixo PR-SOM, saiu do aeroporto Campo de Marte, em São Paulo, às 13h (horário de Brasília). De acordo com funcionários do aeroporto de Paraty, a aeronave caiu no mar por volta das 13h30, momento em que chovia na região.

    Nem a FAB nem os bombeiros informaram sobre quantas pessoas estavam a bordo e sobre o estado de saúde das mesmas. 

    Segundo informações disponíveis no site da Anac (Agência Nacional de Aviação Civil), o Beechcraft C90GT tem capacidade para sete passageiros, além do piloto. É um avião bimotor turboélice fabricado pela Hawker Beechcraft. A aeronave PR-SOM está registrada em nome da Emiliano Empreendimentos e Participações Hoteleiras Limitada.

     De acordo com a FAB, uma equipe do Seripa-3 (Terceiro Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos) está a caminho de Paraty para iniciar a investigação sobre o acidente. Integrantes da Marinha e do Corpo de Bombeiros prestam assistência no local.

Lava Jato

     Teori é o relator da Lava Jato no Supremo.

I      nvestigadores da Lava Jato trabalham com a previsão de que todo o conteúdo das 77 delações da empreiteira Odebrecht, considerada a maior delação do esquema, seja tornado público na primeira quinzena de fevereiro. A expectativa de investigadores era de que o ministro Teori Zavascki, a pedido do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, retire o sigilo dos cerca de 900 depoimentos tão logo as delações sejam homologadas. Isso estava previsto para ocorrer após o fim do recesso do Judiciário, nos primeiros dias de fevereiro.

Fonte: Jornalistas Leandro Prazeres, Marina Motomura, Daniela Garcia e Bernardo Barbosa

================

 Comentários:

        Todos os comentários são moderados, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Não serão aceitas mensagens com links externos ao site, em letras maiúsculas, que ultrapassem l mil caracteres, com ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência.

        Não há, contudo, moderação ideológica. A ideia é promover o debate mais livre possível, dentro de um patamar mínimo de bom senso e civilidade. Obrigado.

dez 03

Os campeões estão em casa!

CHUVA E GRANDE EMOÇÃO MARCAM CHEGADA DOS CORPOS A CHAPECÓ

alx_chegada-corpos-chapeco-03dez16-by-gabriela-bilo-ec

MILITARES QUE CONDUZIRAM OS CAIXÕES TAMBÉM SE EMOCIONARAM, NA CERIMÔNIA. (Foto reprodução/Internet)

     Os dois Hércules, aviões de transporte da Força Aérea Brasileira (FAB) trazendo os corpos de atletas e membros da comissão técnica do Chapecoense e jornalistas chegaram na manhã deste sábado no Aeroporto Serafim Enoss Bertasso, em Chapecó, sendo recebidos em ambiente de grande emoção por familiares e pelo presidente Michel Temer, que os cumprimentara um pouco antes.

      Em cerimônia reservada, Temer ofereceu suas condolências na forma de apertos de mão a cada um dos presentes, que receberam, em nome dos mortos, medalhas da Ordem do Mérito Desportivo, a mais importante condecoração brasileira na área. O grupo bateu palmas para homenagear seus entes queridos, mortos na queda do avião da Chapecoense. Muitos choravam ao ver a aeronave e precisaram de apoio de outros parentes. Temer e outros políticos que foram ao aeroporto ficaram em uma ala separada, a poucos metros das famílias. Médicos e psicólogos voluntários oferecem assistência aos familiares das vítimas e a todo momento oferecem seu auxílio.

     Cada um dos cinquenta caixões foram levados por seis militares em tapete vermelho, ao som da marcha fúnebre. Alguns se emocionaram enquanto conduziam os caixões.

    Da lateral da pista, familiares havia faixas com os nomes das vítimas.

    Três caminhões abertos levaram em seguida os corpos em cortejo até a Arena Condá onde haverá velório coletivo.

Fonte: Redação/D&P

================

Comentários:

        Todos os comentários são moderados, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Não serão aceitas mensagens com links externos ao site, em letras maiúsculas, que ultrapassem l mil caracteres, com ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência.

        Não há, contudo, moderação ideológica. A ideia é promover o debate mais livre possível, dentro de um patamar mínimo de bom senso e civilidade. Obrigado.

nov 29

TEMER DECRETA LUTO E DISPONIBILIZA AVIÕES DA FAB A FAMILIARES

DESTROÇOS COMEÇAM A SER REMOVIDOS PELAS AUTORIDADES

alx_acidente-02

OS DESTROÇOS DO AVIÃO DA CHAPECOENSE COMEÇAM A SER REMOVIDOS PELAS AUTORIDADES.

     O presidente Michel Temer decretou hoje (29) luto oficial de três dias pelo acidente envolvendo a equipe da Chapecoense, de Santa Catarina. Ele também determinou que a Aeronáutica disponibilize aeronaves para as famílias e para translado das vítimas.

    O avião que levava os jogadores, dirigentes esportivos e jornalistas caiu no município de La Ceja, nas proximidades de Medellín, na Colômbia, na madrugada desta terça-feira (29).

    Oitenta e uma pessoas estavam a bordo; 76 morreram, segundo as autoridades colombianas. A equipe viajava para Medellín, onde disputaria a primeira final da Copa Sul-Americana, contra o Atlético Nacional, amanhã (30) à noite. O segundo jogo seria em Curitiba.

    Temer manifestou solidariedade às famílias das vítimas e determinou ao Itamaraty que faça contato com governo colombiano e com a prefeitura de Medellín.

    “Nesta hora triste que a tragédia se abate sobre dezenas de famílias brasileiras, expresso minha solidariedade. Estamos colocando todos os meios para auxiliar familiares e dar toda a assistência possível. A Aeronáutica e o Itamaraty já foram acionados. O governo fará todo o possível para aliviar a dor dos amigos e familiares do esporte e do jornalismo nacional”, disse Temer em seu Twitter.

O TRABALHO DE RESGATE E REMOÇÃO DE DESTROÇOS FOI RETOMADO LOGO AO AMANHECER.

================

Comentários:

        Todos os comentários são moderados, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Não serão aceitas mensagens com links externos ao site, em letras maiúsculas, que ultrapassem l mil caracteres, com ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência.

        Não há, contudo, moderação ideológica. A ideia é promover o debate mais livre possível, dentro de um patamar mínimo de bom senso e civilidade. Obrigado.

nov 29

CAI AVIÃO QUE LEVAVA CHAPECOENSE PARA FINAL NA COLÔMBIA, E MATA 76

MORREM 76 NA MAIOR TRAGÉDIA DA HISTÓRIA DO FUTEBOL BRASILEIRO

alx_acidente-colombia-by-ec

O JOGADOR ALAN RUSCHEL, UM DOS CINCO SOBREVIVENTES DO ACIDENTE, CHEGA AO HOSPITAL PARA ATENDIMENTO. (foto reprodução/internet)

 

Fonte: Redação/D&P

================

Comentários:

        Todos os comentários são moderados, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Não serão aceitas mensagens com links externos ao site, em letras maiúsculas, que ultrapassem l mil caracteres, com ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência.

        Não há, contudo, moderação ideológica. A ideia é promover o debate mais livre possível, dentro de um patamar mínimo de bom senso e civilidade. Obrigado.

mar 07

ESPAÇO ABERTO: Os Carros Mortuários do Pavor

Os Carros Mortuários do Pavor

carro_funerario

      É um dia  de chuva forte  , e breves lampejos de sol. Aproveito a chuva para molhar meu corpo destituído de qualquer objeto de metal , e sem a densidade dos trajes de Geny Kelly , em  Cantando na Chuva , uma comédia musical estadunidense de 1952 . Os metais , os retirei porque vai que caia um raio !!! … aproveito … é bom sentir a chuva …

      Em sonho esquisito e pavoroso , Maria me retorna a memória. Dêi era sua alcunha , e me lembro bem dela , desde os cinco anos de idade .

     Como ela entrou no meu contexto ? … paciência leitor , irei lhes contar…

     Uma Tia , Raimunda Teixeira , a Srª Moiséis Telles , ficara orfã de mãe aos 10 anos de idade , com seus quatro irmãos , e , sendo a irmã mais velha , tomou para sí a administração dos irmãos  . É aí que surge Dêi , que maior e responsável , conduz o cuidar dos cinco irmãos . Fora a “ama seca “ deles.

      Aos 16 , a orfandade agora é paterna , e eles herdam uma fazenda de médio porte , em terreno de primeira qualidade para o cultivo do cacau , que passam a ser administrados por um primo , um sobrinho de seu pai , até seu irmão , o segundo em ordem cronológica de nascimento atingir a maioridade , gerindo assim , os negócios da família .

     Era a Fazenda Deixe Ver , que no auge do boom da cacauicultura , chegara a ser laureada pela CEPLAC , com o troféu  Cacauicultor do Ano … fotos ocorridos na década de 80. A propriedade não sei se ainda pertence aos herdeiros de João Lyrio .

      Bem , Dª Raimunda Teixeira casou-se , mudando-se de Ibicaraí para Ilhéus em 1958 , quando nossa família aqui chegou , já que Lourdinha e Glória , cunhadas , que segundo Veronica Ferreira “As duas mulheres do grupo de irmãos já frequentaram a escola, tornaram-se professoras primárias, o que, para a época, era expressivo de status educacional.”

      Dorival de Freitas , as entregou nas mãos do professor Oswaldo Ramos , que as incentivou ajudando-as a serem éticas , avançarem nos estudos e a serem diligentes no trato com a educação.    

   Aqui em Ilhéus , na década de 70 , existiam duas casas funerárias , uma delas , segundo Antonio Olímpio , “era de propriedade de Morenito (seresteiro) ,ambas na antiga Rua do Sapo , cujos carros mortuários , possivelmente importados dos EUA , eram modêlos da DODGE , marca automobilística em moda à época .”

    As  carrocerias desses carros eram  esculpidas em madeira de lei , jacarandá , ainda segundo ele.

   Uma perfeição em arte lúgubre , e concordou comigo quando lhe perguntei se seria natural cultivar aquele pavor , aos cinco anos de idade.

    Eu tinha pânico , não de ataúdes , de cadáveres  ou de velórios , tudo bem … na época não havia ainda ido a um velório. Más daqueles carros … eu corria léguas , e não passava pela Rua do Sapo , nem que me pagassem.

    A única morte  que me causou comoção foi a de Afro Leal , meu vizinho na Lindolfo Color , quando era à chão de barro , e aquela cloaca exposta era menor em sua largura , era o que poderíamos chamar de um córrego. Não me lembro dele , era vereador na época.

    O fato é que em Dêi , certo dia , nos idos de 70 , tem um aneurisma , que tornou-a paralisada , em coma por vários dias.

    Sendo inicialmente acolhida no Hospital São José , e de lá para a casa de um outro tio , Gervásio , que morava  na Rua da Pimenta.

     Um certo dia , meus pais foram visitar Dêi , em seu estado já descrito , porém não nos permitiram subir , tratava-se de uma casa de dois pavimentos , e meus primos também estavam lá , e nos fora negado o acesso a vê-la naquela situação , segundo eles poderiámos ficar impressionados , era costume à época não tratar desses assuntos com crianças.

     Num certo momento , um ímpeto obsessivo me dizia : Vá vê-la.

    Oí , não me perguntem , porque não saberei lhes responder , pareciam ter ficado cegos , eu subí e pude vê-la.

     Estava ladeada pelos adultos , e pude ver a vela que seria acesa sobre sua mão , quando do seu desencarne.

     Foi tudo muito rápido , ví e desci , pois poderia tomar uma bronca … ou os adultos estavam certos , ou estava eu padecendo de alucinações aos 5 anos de idade.

   Certa noite , atipicamente dois dos filhos de Moiséis foram dormir lá em casa , e com certeza devem ter ficado impressionados com os fatos que protagonizei naquela madrugada…

    Dormíamos no andar de cima , e eles no andar térreo em um sofá cama.

    À certa altura do sono desperto de súbito , e vejo com o meu olho direito , um dos carros mortuários chegando e me assombro . O pânico  me deixa em estado de choque vocal… não consigo falar…

    Agora , com o meu olho esquerdo vejo um outro carro chegando também , meu corpo inerte e irriquieto , quase em estado convulsivo , ou seria ataraxia ?

     Consigo gritar aos berros :

    Socorro !!! Pai ! … Mãe …e levanto dizendo gritando: O carro voador está chegando …O carro voador está chegando … O carro voador está chegando !!!

Nessa madrugada , não teve passiflorine certo…

     À certa altura , os “animus” se acalmam , e ainda estando mais calmo ,vejo pessoas às quais não conheço … nem me recordo se suas faces … em volta dela

     A vela , agora estava acesa sob suas mãos  , um dos carros mortuários chegando , um ser sob a forma fluídica , a alma de Dêi saindo e sendo levada por esse ser , agora em forma fluídica também , e  sendo colocada num desses carros que voavam … partiram…

     Naquela madrugada insone e insana , eu ví tudo isso…

    No começo do dia nos chega a notícia , ela desencarnara nessa mesma madrugada , na Rua da Pimenta, e eu ví tudo isso estando no Malhado.

      O sonho esquisito e pavoroso , evocou todos esses fatos .

    Dª Raimunda Teixeira me descrevera o desencarne de Dêi , exatamente como o descreví … as pessoas a sua volta e a vela acesa em sua mãos … ainda bem que foi so isso que ela havia visto…

 EUZNER TELES ALVES

Euzner Teles (2)

É Professor, Administrador, Escritor, Ator, Cantor, Poeta e membro do Instituto Histórico e Geográfico de Ilhéus.

================

Comentários:

        Todos os comentários são moderados, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Não serão aceitas mensagens com links externos ao site, em letras maiúsculas, que ultrapassem l mil caracteres, com ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência.

Não há, contudo, moderação ideológica. A ideia é promover o debate mais livre possível, dentro de um patamar mínimo de bom senso e civilidade. Obrigado.

 

 

 

fev 19

ESPAÇO ABERTO: Raimundo Kruschewsky Ribeiro – O Barão de Popof

Raimundo Kruschewsky Ribeiro – O Barão de Popof
Euzner Teles Alves
     Não é que não nos acostumemos com a morte , pois sabemos que se trata de um processo natural , ainda assim , quando ela ocorre com pessoas às quais admiramos por terem efetivamente dado um testemunho nessa vida com propósito… a sensação de distanciamento é inevitável…
     Inevitável para fazermos a catarse e aceitar o retorno à natureza do que foi dado por ela.
    Gênesis 3:19 diz :”Com o suor do seu rosto você comerá o seu pão, até que volte à terra, visto que dela foi tirado; porque você é pó, e ao pó voltará”.
    Isso é só uma simbologia para definir o que acontecerá com o corpo físico. O único intuito dessa passagem é alertar para a importância de se cuidar do espírito, pois o corpo irá apodrecer.
      Em consonância ao Gênesis , aquele admirável Sr. indubitavelmente seguiu esse ditame : Com o suor do seu rosto comera o seu pão.
     E nesse distanciamento , vou relembrando de fatos ,de generosidades , de respeito , mas acima de tudo elegância ,muita elegância , e despretensiosa … isso se chama “berço”.
      Me diz e me pergunta uma colega :
   -” Olá, homem cultura! Conheci o Barão de Popof há pouco tempo. Mas sei que ele incentivou muito o desenvolvimento cultural da cidade e também da região. É uma grande perda. Agora por que Barão? É título mesmo? “
    Lhe digo que responderei depois , e que tenho certeza que alguns escribas também o farão , e por certo falarão acerca disso .
     E , antes que retornasse a sua morada final fui vê-lo . Não havia como não o fazer !!!
    Lá estava ele , com seu boné à cabeça , sua camisa floral em tom azul e branco , e um colar branco , discreto naquele estilo em que os Havaianos oferecem ao seus convivas , com um semblante completamente sereno … parecia apenas dormir …
     Que o universo também concentre o bálsamo do conforto em Denise em Mauro e em Lulú.
    Em João 11:25 Esclareceu Jesus: “Eu Sou a ressurreição e a vida. Aquele que crê em mim, mesmo que morra, viverá “.
Barão … que lacuna …
Nos encontraremos ainda !!!
É uma questão de fé .
Descanse em paz !!!

Falecimento
* 3 de agosto de 1925 + 18 fevereiro de 2015.

=================

Comentários:

        Todos os comentários são moderados, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Não serão aceitas mensagens com links externos ao site, em letras maiúsculas, que ultrapassem l mil caracteres, com ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência.

Não há, contudo, moderação ideológica. A ideia é promover o debate mais livre possível, dentro de um patamar mínimo de bom senso e civilidade. Obrigado.

out 31

Morre Rafael Soares, filho do apresentador Jô Soares

Rafael, que sofria de autismo, faleceu nesta sexta-feira aos 50 anos.

rafaelsoares

Jô Soares com Rafael, que morreu aos 50 anos e sofria de autismo de “alto nível”  (Foto: Reprodução)

     Rafael Soares, filho do apresentador Jô Soares, morreu nesta sexta-feira (31), no Rio de Janeiro, aos 50 anos. Fruto do relacionamento de Jô com a atriz Theresa Austregésilo, ele sofria de autismo.

     A informação foi confirmada pela assessoria de imprensa do apresentador, que não deu detalhes sobre a causa da morte. Rafael vivia com a mãe no Rio e, quando vinha a São Paulo, ficava no apartamento do apresentador em Higienópolis.

   No ano passado, Jô contou que sua peça Três Dias de Chuva, que ficou em cartaz em São Paulo, foi inspirada no filho. “Eu tenho um filho autista, com uma série de problemas que se agravam. E isso é uma condição genética. Fica difícil se comunicar com ele”, disse ele à época.

    Em 2003, quando VEJA SÃO PAULO retratou Jô Soares em um perfil, o apresentador contou que Rafael tocava piano, fazia programa de rádio em casa, falava inglês e tinha aprendido a ler sozinho aos 4 anos de idade.

jo-soares-com-o-filho-rafael

     Rafael tinha o jeito de andar de bonequinho, o humor e a musicalidade do pai. Sofria do chamado autismo “de alto nível”, como o personagem vivido por Dustin Hoffman em Rain Man. Ele possuía uma boa capacidade de comunicação e inteligência, mas tinha dificuldades motoras e vivia em uma espécie de mundo particular. “Estávamos em uma loja de livros e o Rafinha separou vinte para levar”, conta Jô. “Pedi que escolhesse alguns e ele me respondeu: ‘Não quero nenhum. Escolher é perder sempre’”, contou Jô, na época da reportagem.

     Jô lembrou-se com desvelo de outras boas sacadas do filho, como quando ele disse durante uma partida do Fluminense que o grito de guerra das torcidas estava desafinado. “Ele é genial.”

     No Rio, ele costumava ir aos finais de semana ao teatro e ao cinema, acompanhado ou da mãe ou das duas assistentes que ajudavam com os cuidados diários.

     Outros filhos não aconteceram na vida do apresentador. Theresa chegou a engravidar de gêmeos depois de Rafael, mas a gestação não vingou. “O Rafinha é diferente. Mas hoje eu não queria ter um filho diferente dele”, afirmou, em 2003, o apresentador.

Fonte: Veja S.P.

=============

Comentários:

        Todos os comentários são moderados, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Não serão aceitas mensagens com links externos ao site, em letras maiúsculas, que ultrapassem l mil caracteres, com ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência.

Não há, contudo, moderação ideológica. A idéia é promover o debate mais livre possível, dentro de um patamar mínimo de bom senso e civilidade. Obrigado.

Página 1 de 3123