Arquivo por categoria: Trânsito

mar 25

Vagas de estacionamento para pessoas com deficiência e idosos são remarcadas em Ilhéus

Vagas de estacionamento para pessoas com deficiência e idosos são remarcadas em Ilhéus

Vagas de estacionamento para pessoas com deficiência e idosos são remarcadas em Ilhéus – Foto Clodoaldo Ribeiro (3)

     A Prefeitura de Ilhéus, através da Superintendência de Transporte e Trânsito (Sutran), iniciou esta semana a remarcação de sinalização horizontal e vertical de vagas de estacionamento destinadas especificamente a idosos e pessoas com deficiência em pontos estratégicos no centro da cidade. Neste primeiro momento, o trabalho é realizado em quatro pontos estratégicos da zona central, a fim de facilitar o acesso aos calçadões, bancos, agência do INSS, Prefeitura, Câmara Municipal, entre outros, locais identificados com maior fluxo de idosos e pessoas com deficiência.

    Segundo o Superintendente de Transporte e Trânsito do Município, Rogério Buralho,a quantidade de vagas é baseada no número total disponível em cada perímetro de estacionamento, seguindo a porcentagem determinada no Código de Trânsito Brasileiro (CTB).Assim, são contempladas vagas em artérias como a Avenida Sete de Setembro, Praça JJ Seabra, Avenida Almirante Aurélio Linhares, Rua Eustáquio Bastos, no total de 15.

O condutor deve procurar o órgão municipal de trânsito e preencher um formulário para o requerimento de solicitação do cartão preferencial – Foto Clodoaldo Ribeiro

     Posteriormente à remarcação, o Núcleo de Educação para o Trânsito da Sutran desenvolverá ações de orientação aos condutores de veículos quanto às sanções previstas no Código de Trânsito Brasileiro (CTB), caso façam uso das vagas em questão sem a devida autorização.Em seguida, será intensificado o trabalho de fiscalização por parte dos agentes de trânsito.

     Rogério Buralho explica que a ação faz parte de um projeto continuado, que contempla o centro da cidade e alguns bairros com zonas comerciais, como Nelson Costa, Teotônio Vilela, e Malhado, onde serão desenvolvidas atividades conjuntas dos setores de Engenharia, Educação e Fiscalização da Sutran. Segundo afirma, a utilização de vagas preferenciais para idosos é garantida ao condutor que possua idade igual ou superior a 60 anos, que deve procurar o órgão municipal de trânsito e preencher um formulário para o requerimento de solicitação do cartão preferencial, e anexar cópia de documento de identidade com foto, e comprovante de residência atualizado. O prazo para retirada do cartão é de 48 horas.

Vagas de estacionamento para pessoas com deficiência e idosos são remarcadas em Ilhéus – Foto Clodoaldo Ribeiro (1)

    Para adquirir o cartão individual de vaga preferencial para pessoas com deficiência, estes devem preencher o requerimento de solicitação no órgão responsável, no caso, a Sutran. Porém, se o solicitante for condutor, deve apresentar cópia da CNH (Habilitação). No caso de não condutor, é necessária apresentação de laudo médico em nome do solicitante, que diagnostique a necessidade especial, além de anexar cópia de um documento de identificação com foto.

Fonte: SECOM/P.M.Ilhéus

===============

Comentários:

        Todos os comentários são moderados, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Não serão aceitas mensagens com links externos ao site, em letras maiúsculas, que ultrapassem l mil caracteres, com ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência.

        Não há, contudo, moderação ideológica. A ideia é promover o debate mais livre possível, dentro de um patamar mínimo de bom senso e civilidade. Obrigado.

 

fev 28

Ilhéus requalifica sinalização horizontal de trânsito no centro da cidade

Ilhéus requalifica sinalização horizontalde trânsito no centro da cidade

Ilhéus requalifica sinalização horizontal no centro Foto Sutran (4)

       A Prefeitura de Ilhéus, através da Secretaria de Infraestrutura, Transporte e Trânsito (Seintra), realizou, nos dias 22 e 23, serviços de sinalização horizontal em ruas do centro da cidade. O trabalho, coordenado pela Superintendência de Obra, foi empreendido durante a noite, de modo a não interferir no trânsito da região, o que afetaria o cotidiano de moradores da área na volta pra casa.

    A ação faz parte de um plano de ação para manutenção e reparos em diversas ruas e avenidas da cidade e é uma recomendação do prefeito Mário Alexandre para facilitar a vida de motoristas e pedestres em época de intensas chuvas. A primeira etapa foi a execução da sinalização horizontalque contemplou, com marcação e pintura das faixas de trânsito, o trecho que vai da Rua Bento Berilo até a Praça Cairu.

 Ilhéus requalifica sinalização horizontal no centro Foto Sutran (3)

    Outra artéria requalificada foi a Avenida Itabuna, à altura do Posto Shell. Nesta via, também foi feita a pintura dos divisores de pista, que já estavam com suas funções de orientação para motoristas e pedestres comprometidas, principalmente à noite e em períodos de chuva. O cronograma de trabalho prevê, para os próximos dias, a sinalização horizontal nos bairros Malhado, situado na zona norte da cidade, e no Pontal, zona sul de Ilhéus.

Fonte: SECOM/P.M.Ilhéus

===============

Comentários:

       Todos os comentários são moderados, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Não serão aceitas mensagens com links externos ao site, em letras maiúsculas, que ultrapassem l mil caracteres, com ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência.

        Não há, contudo, moderação ideológica. A ideia é promover o debate mais livre possível, dentro de um patamar mínimo de bom senso e civilidade. Obrigado. 

fev 02

Após vistorias, Suttran fará fiscalização de transporte na porta das escolas em Ilhéus

Após vistorias, Suttran fará fiscalização de transporte na porta das escolas em Ilhéus

Após vistorias, Suttran fará fiscalização de transporte na porta das escolas em Ilhéus - Secom Ilhéus

      A Superintendência Municipal de Trânsito de Ilhéus (Suttran), preocupada em garantir a segurança de estudantes que utilizam diariamente o transporte escolar particular no município, intensificará a fiscalização do serviço em frente às escolas. O órgão, vinculado à Secretaria de Infraestrutura, Transportes e Trânsito (Seintra), concedeu prazo para a renovação do alvará dos veículos, que expirou no dia 20 de janeiro último.

    Após o período de vistoria dos carros que operam nesse sistema, a Suttran fará abordagens na porta das instituições de ensino locais a fim de verificar, entre outros, se os itens obrigatórios de segurança estão sendo cumpridos. O superintendente do órgão, Rogério Buralho, orienta aos pais ou responsáveis que antes de contratar a atividade exijam que os proprietários e condutores apresentem o alvará (selo) que atesta a legalidade da prestação do serviço.

    Rogério Buralho acrescenta que os veículos vistoriados e devidamente aprovados já receberam o alvará, que fica estampado no para-brisa dianteiro do veículo, que também deve conter uma faixa amarela pintada com o nome ‘Escolar’. “Na última vistoria técnica, foram verificados o extintor de combate a incêndio, faróis, buzina, cadeiras apropriadas para crianças com idade abaixo de cinco anos, cinto de segurança, pneus e o estado de conservação do veículo”, informa.

   O superintendente enfatiza que o motorista do veículo precisa portar carteira de habilitação na categoria D, e que os pais ou responsáveis devem observar a conduta do motorista ao volante, como outra questão de grande importância. Segundo Rogério Buralho, os pais ou responsáveis que optarem por esse tipo de serviço, em Ilhéus, podem consultar a regularidade dos permissionários e dos condutores dos veículos, na própria sede da Sutran, situada na Avenida Roberto Santos, 86, Bairro Esperança.

Fonte: SECOM/P.M.Ilhéus

==============

Comentários:

        Todos os comentários são moderados, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Não serão aceitas mensagens com links externos ao site, em letras maiúsculas, que ultrapassem l mil caracteres, com ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência.

        Não há, contudo, moderação ideológica. A ideia é promover o debate mais livre possível, dentro de um patamar mínimo de bom senso e civilidade. Obrigado.

 

jan 22

EDITORIAL:A quem devemos pedir SOCORRO: Ao prefeito, ao vice ou a ambos?

EDITORIAL: 

editorial-01

A quem devemos pedir SOCORRO: Ao prefeito, ao vice ou a ambos?

 

      É inadmissível que até hoje o governo não tenha tomado nenhuma providência para coibir os abusos praticados pelos turistas que nos visitam, como também os nativos.

      Hoje  pela manhã vários carros estavam estacionados em cima da calçada para que seus donos pudessem degustar acarajés, impedindo que os pedestres passassem. Isso em plena Avenida Lomanto Júnior.

alx_Carro nas calçadas (1)

     Prefeito, o que fazem os agentes de transito desta cidade que não multam nem mandam rebocar estes veículos que estão colocando em risco a vida dos pedestres, obrigando que os mesmos andem pela pista de rolamento? Na verdade, o local não é adequado para o comércio em questão .

alx_Carro nas calçadas (2)

    Estas cenas acontecem por toda a cidade e são necessárias medidas que não carecem de verbas especiais, bastando colocar em prática o bom senso e a coragem necessários para tomar atitudes que revertam essa ideia  de que aqui tudo é permitido. Isso só desmerece a cidade, seus administradores e cidadãos.

    Esperamos que o novo Alcaide, não faça ouvidos de mercador e mande, entre outras coisas, seus agentes de trânsito observarem o problema dos carros estacionados nas calçadas.

Tenho dito!

==================

Comentários:

        Todos os comentários são moderados, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Não serão aceitas mensagens com links externos ao site, em letras maiúsculas, que ultrapassem l mil caracteres, com ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência.

        Não há, contudo, moderação ideológica. A ideia é promover o debate mais livre possível, dentro de um patamar mínimo de bom senso e civilidade. Obrigado.

 

jan 10

MANIFESTANTES FECHAM VIA EPTG CONTRA AUMENTO DAS PASSAGENS

BRASILIENSES SE REVOLTAM CONTRA REAJUSTE DE 25% NOS ÔNIBUS

alx_manifestantes-eptg-by-vinicio-aguiar

O SENTIDO TAGUATINGA-PLANO PILOTO FOI INTERDITADO PELOS MANIFESTANTES. (foto reprodução/internet)

    Pneus foram queimados e parte da avenida foi interditada pela Polícia Militar. Segundo o Corpo de Bombeiros, que apagou as chamas, não havia manifestantes no momento em que os militares chegaram. O trânsito foi desviado para o Setor de Indústrias e Abastecimento (SIA).

     ” Hoje interrompemos o trânsito na EPTG para lembrar de todas e todos que agora tem seu direito de ir e vir impedido por conta desse absurdo aumento de passagens. Não nos calaremos até que o governo reveja essa medida que só beneficia os empresários do transporte, sem questionar seus lucros, fraudes e privilégios. A solução para o transporte coletivo não passa por aumentos constantes de passagem ou pelo corte de direitos como o passe livre, como a CLDF propõe”, disse o manifesto divulgado pelo Movimento Passe Livre DF nas redes sociais após o ato.

    O anúncio de aumento das passagens foi feito em 30 de dezembro, último dia útil do ano e pegou a todos de surpresa. As tarifas de longa distância passaram de R$ 4 para R$ 5. Esse é o segundo aumento no transporte público em pouco mais de um ano no Governo do Distrito Federal e está sendo contestado na Justiça e debatido na Câmara Legislativa.

Fonte: Jornalista Elijonas Maia

===============

Comentários:

        Todos os comentários são moderados, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Não serão aceitas mensagens com links externos ao site, em letras maiúsculas, que ultrapassem l mil caracteres, com ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência.

        Não há, contudo, moderação ideológica. A ideia é promover o debate mais livre possível, dentro de um patamar mínimo de bom senso e civilidade. Obrigado.

 

jan 03

Semáforos voltam a funcionar em Ilhéus

Semáforos voltam a funcionar em Ilhéus

semaforos

      Vários semáforos do centro de Ilhéus que estavam quebrados voltaram a funcionar após manutenção. A desativação dos equipamentos vinha preocupando o prefeito Mário Alexandre, devido ao grande fluxo de veículos na cidade por ocasião da virada do ano e inicio da alta estação.  Segundo a superintendência do trânsito de Ilhéus o número de reclamações aumentou muito devido ao problema e vinha causando inúmeros transtornos aos condutores de veículos, de modo geral.

     Para resolver o problema o prefeito autorizou a negociação de débitos da Prefeitura com a empresa responsável pela assistência técnica dos sinais semafóricos, possibilitando o retorno da prestação dos serviços. Foram, então, substituídas as placas de programação defeituosas dos semáforos localizados nos cruzamentos da Avenida Itabuna com a Avenida Canavieiras e da Avenida Antônio Carlos Magalhães com a Rua Lindolfo Collor, no bairro do Malhado.

Fonte: SECOM/P.M.I

============

Comentários:

        Todos os comentários são moderados, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Não serão aceitas mensagens com links externos ao site, em letras maiúsculas, que ultrapassem l mil caracteres, com ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência.

        Não há, contudo, moderação ideológica. A ideia é promover o debate mais livre possível, dentro de um patamar mínimo de bom senso e civilidade. Obrigado.

 

 

fev 18

DECISÃO: Liberação de veículo apreendido

DECISÃO: Liberação de veículo apreendido utilizado em transporte de passageiros não pode ser condicionada ao pagamento de multas.

rodo_curitiba

(Foto reprodução/intenet)

       Por unanimidade, a 5ª Turma do TRF da 1ª Região negou provimento aos embargos de declaração opostos pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) da decisão que deu parcial provimento à apelação para, ratificando a antecipação de tutela, afastar a apreensão do veículo, mantendo devidos os autos de infração e as despesas de transbordo.

    A ANTT alega, nos embargos, que o pagamento do transbordo não é uma penalidade imposta à empresa infratora pelos órgãos de fiscalização, mas, sim, ressarcimento de despesas decorrentes da prestação de serviços por outra transportadora. “Quando os órgãos de fiscalização retêm um veículo para pagamento do transbordo não o fazem no sentido de punição, mas apenas para garantir a perpetuidade da prestação de socorro às empresas que se encontram em situações irregulares impeditivas da prestação de serviço”, argumentou.

     O Colegiado rejeitou os embargos apresentados pela agência reguladora. Em seu voto, a relatora convocada, juíza federal Rogéria Maria Castro Debelli, manteve a decisão em todos os seus termos. “Decidiu o Superior Tribunal de Justiça: A infração cometida pelo recorrido, consubstanciada no transporte remunerado de passageiros sem o prévio licenciamento, prevista no Código de Trânsito Nacional, é considerada infração média, apenada somente com multa e, como medida administrativa, a mera retenção do veículo. Assim, como a lei não comina, em abstrato, penalidade de apreensão por transporte irregular de passageiros, é ilegal e arbitrária a apreensão do veículo”, citou.

     A magistrada também mencionou precedentes do próprio TRF1 no sentido de que “a liberação de veículo, retido como punição pela falta de autorização de viagem, não pode ficar condicionada ao pagamento de multa, pois nada impede a cobrança da sanção aplicada e demais despesas decorrentes da apreensão do ônibus pelos procedimentos legais regulares, em ação de execução”.

      Embargos de declaração – Os embargos de declaração servem como um instrumento pelo qual uma das partes do processo judicial pede ao magistrado para que reveja alguns aspectos de uma decisão proferida. Esse pedido deverá ser feito quando for verificado, em determinada decisão judicial, a existência de omissão, contradição ou obscuridade.

Processo nº: 0006173-79.2008.4.01.3400/DF
Data do julgamento: 4/11/2015

Fonte: Assessoria de Comunicação Social
Tribunal Regional Federal da 1ª Região

===============

Comentários:

        Todos os comentários são moderados, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Não serão aceitas mensagens com links externos ao site, em letras maiúsculas, que ultrapassem l mil caracteres, com ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência.

Não há, contudo, moderação ideológica. A ideia é promover o debate mais livre possível, dentro de um patamar mínimo de bom senso e civilidade. Obrigado.

ago 06

GOVERNADOR DECIDE VETAR PROJETO QUE PROÍBE O UBER

alx- uber taxi

POLÊMICA VEM SENDO DISCUTIDA NO DF COM MANIFESTAÇÕES NAS RUAS (FOTO: DIVULGAÇÃO)

      O governador do Distrito Federal, Rodrigo Rollemberg, anunciará em instantes a decisão de vetar o projeto aprovado na Câmara Legislativa do DF que pretende proibir a utilização de aplicativos como o Uber, que conecta serviços de carro com motorista a clientes interessados. 
Alx-Uber 01
     A decisão será explicada pelo próprio Rollemberg, o secretário de Mobilidade, Carlos Tomé, e a procuradora-geral do DF, Paola Aires, em coletiva. A seccional da OAB no Distrito Federal, já elaborou parecer demonstrando que o projeto ofende a constituição sob vários aspectos, a começar pelo fato de somente a União ter o poder de legislar sobre o assunto, além atentar contra direitos fundamentais, como o de escolha dos usuários e o de trabalhar na atividade econômica que quiser, no caso dos motoristas do Uber.

    Taxistas consideram o serviço uma concorrência desleal. No entanto, passageiros já elegeram o aplicativo como melhor opção tanto na qualidade do serviço oferecido quanto do preço cobrado. Inconformados, vêm tratando do assunto com truculência, com casos de ameaça a motoristas e até a clientes do Uber.

     Na segunda, durante manifestação dos taxistas contra o aplicativo, um grupo cercou um carro do Uber, ameaçou o motorista e obrigou um casal de passageiros a descer do veículo. Os dois foram encaminhados para um táxi ao lado. Ontem (5), outro vídeo mostrou a violência de taxistas. O segundo caso foi parar na polícia. Houve bate-boca entre os dois motoristas.  

Fonte: Redação Diário do Poder

================

Comentários:

        Todos os comentários são moderados, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Não serão aceitas mensagens com links externos ao site, em letras maiúsculas, que ultrapassem l mil caracteres, com ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência.

Não há, contudo, moderação ideológica. A ideia é promover o debate mais livre possível, dentro de um patamar mínimo de bom senso e civilidade. Obrigado.

abr 23

Sem acordo com governo, caminhoneiros voltam a bloquear rodovias do país

Paralisação foi anunciada após categoria não entrar em acordo com o governo sobre o tabelamento do preço mínimo do frete.

caminhoneiros-sc-01-original

Foto: Reprodução/Internet -Protesto de caminhoneiros em São Miguel do Oeste

     Os caminhoneiros voltaram a bloquear na madrugada desta quinta-feira rodovias de quatro Estados – Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná e Mato Grosso. A ação ocorre em protesto contra o governo federal por não ter entrado em um acordo com a categoria sobre o tabelamento do frete. Os caminhoneiros pedem a fixação de um preço mínimo para fazer o transporte de cargas. O governo, no entanto, classifica a exigência como “impraticável” e “inconstitucional”.

    No Rio Grande do Sul, há interdições no quilômetro 243 da BR 386, em Soledade, e no quilômetro 22 na BR 101, em Três Cachoeiras. Segundo a Polícia Rodoviária Federal, os caminhoneiros liberaram a passagem de carros e atearam fogo em pneus.

    No Paraná, há bloqueios parciais na BR 376, em Marialva, e na BR 277, em Medianeiro. Em Santa Catarina, os motoristas de caminhões tentaram bloquear uma rodovia em São Miguel do Oeste, mas foram impedidos pela PRF. Apesar disso, eles continuam concentrados no local às margens da estrada. No Mato Grosso, os caminhoneiros fecham os quilômetros 200 e 206 da BR-364, em Rondonópolis. Mais cedo, a BR-163 havia sido bloqueada em três pontos.

    A paralisação havia sido anunciada nesta quarta-feira após uma reunião realizada na sede da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) entre representantes dos caminhoneiros e do governo federal terminar sem acordo. Na saída do auditório, um grupo de cinquenta caminhoneiros se deram as mãos e começaram a gritar que o “Brasil vai parar”.

    A proposta exigida pela categoria aumentaria o valor do frete em 30%, o que, segundo os caminhoneiros, serviria para cobrir os gastos com o transporte. “Caso algum problema venha a acontecer no agronegócio, por exemplo, que não seja o transporte a pagar por isso. Que não possa ser contratado um frete abaixo do custo. Essa é uma tabela de custo e não de lucratividade”, disse Gilson Baitaca, um dos porta-vozes dos caminhoneiros autônomos.

     Diante do impasse, o governo ressaltou que está atendendo às reivindicações dos caminhoneiros, lembrando a Lei dos Caminhoneiros sancionada pela presidente Dilma Rousseff no início de março. O ministro da Secretaria-Geral da Presidência da República, Miguel Rossetto, que esteve presente na reunião, rechaçou o tabelamento do frete, mas destacou que a categoria já pode ser considerada vitoriosa em relação às questões atendidas pela governo. “A tabela impositiva está descartada. Na nossa opinião, ela não dispõe de autorização constitucional e é impraticável devido à enorme diferenciação de variáveis que envolvem a atividade, como a qualidade do caminhão, da carga e das estradas”, afirmou Rossetto.

     Já um dos representantes dos caminhoneiros paralisados, Jamir Botelho, afirmou que a categoria saiu derrotada da reunião desta quarta.“A resposta que tivemos é de que pode haver apenas uma tabela de referência. Reconhecemos que o governo tem se esforçado, mas nos sentimos derrotados”, avaliou Botelho. Logo em seguida, a categoria anunciou que armaria acampamentos à beira das estradas para fazer os bloqueios nesta quinta.

    No fim de fevereiro deste ano, os caminhoneiros chegaram a promover bloqueios em treze Estados do país, provocando o desabastecimento de cereais e a alta no preço da gasolina em diversas cidades. O movimento também participou dos dois protestos contra a presidente Dilma ocorrido nos dias 15 de março e 12 de abril.

Fonte: Veja

=============

Comentários:

        Todos os comentários são moderados, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Não serão aceitas mensagens com links externos ao site, em letras maiúsculas, que ultrapassem l mil caracteres, com ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência.

Não há, contudo, moderação ideológica. A ideia é promover o debate mais livre possível, dentro de um patamar mínimo de bom senso e civilidade. Obrigado.

mar 22

EDITORIAL: Quem são os verdadeiros “CULPADOS” pelo CAOS que se instalou no TRÂNSITO DE ILHÉUS?

EDITORIAL:

EDITORIAL 01

Quem são os verdadeiros “CULPADOS” pelo CAOS que se instalou no TRÂNSITO DE ILHÉUS?

 

Acredito piamente que 90% da responsabilidade é da Prefeitura e dos seus Agentes de Trânsitos(?),  e os outros 10%, do cidadão.

       O Pedestre da cidade de ILHÉUS continua sendo um cidadão de segunda classe, mesmo porque nenhuma melhoria foi introduzida, há mais de 30 anos, no nosso trânsito, assim como na legislação municipal, haja visto o CAOS que se instalou.

AEROPORTO  (33)

Senão vejamos:

      Calçadas com inclinações e pisos inadequados, em acintosa desobediência à legislação vigente, continuam a serem construídas  em frente a novos prédios. Em muitos deles a calçada nada mais é do que a rampa de acesso de veículos a suas garagens deixando ao pedestre o desconforto de se equilibrar, quando pode. Idosos, cadeirantes e mães empurrando carrinhos de bebês preferem andar pela rua, junto ao meio fio, do que correr o risco de cair ou tombar nessas rampas ao andarem enviesados.

RUAS DE ILHEUS (23) DSCI0001

 

      As inclinações ao longo da calçada são excessivas e geram tensões nas pessoas com certa dificuldade de andar em plano inclinado pisando em pavimentos nem sempre seguros. Não é de se estranhar portanto, que pesquisas feitas  revelaram um alto índice de quedas nas calçadas da Cidade de Ilhéus: A essência do novo código de trânsito se encontra no Art. 1º., nele destacando-se os três parágrafos seguintes:
             “Art. 1º. …
  § 2º O trânsito, em condições seguras, é um direito de todos e dever dos órgãos e entidades componentes do Sistema Nacional de Trânsito, a estes cabendo, no âmbito das respectivas competências, adotar as medidas destinadas a assegurar esse direito.
§ 3º Os órgãos e entidades componentes do Sistema Nacional de Trânsito respondem, no âmbito das respectivas competências, objetivamente, por danos causados aos cidadãos em virtude de ação, omissão ou erro na execução e manutenção de programas, projetos e serviços que garantam o exercício do direito do trânsito seguro. 
§ 5º Os órgãos e entidades de trânsito pertencentes ao Sistema Nacional de Trânsito darão prioridade em suas ações à defesa da vida, nela incluída a preservação da saúde e do meio-ambiente.”

     O parágrafo 2º. é de uma clareza cristalina que dispensa interpretações e comentários. Já o parágrafo 3º. exige o esclarecimento de que “responder objetivamente” para fins práticos de relacionamento entre o cidadão usuário do sistema de trânsito e o Estado, representado por entidades estatais administradas por autoridades com responsabilidades definidas no Sistema Nacional de Trânsito, significa que o ônus da prova de qualquer denúncia feita sobre insegurança do trânsito compete ao Estado negá-la; e no caso de admiti-la, corrigi-la para não incorrer em penalidades “em virtude de ação, omissão ou erro na execução e manutenção de programas, projetos e serviços que garantam o exercício do direito do trânsito seguro”. Em outras palavras, o cidadão que se sinta inseguro no trânsito, seja ele pedestre, ciclista, condutor ou passageiro, tem o direito de se dirigir à autoridade com jurisdição sobre a via pública, nela incluída a calçada também, e solicitar providências para que se lhe garanta um trânsito seguro. Quanto ao parágrafo 5º. é sempre bom comentar que a prioridade é dada à defesa da vida, nela incluída a preservação da saúde e do meio ambiente. Fluidez ou outros atributos do trânsito que conflitem com essa prioridade devem ser questionados e revista sua prioridade.
Com o objetivo de não deixar vago o tipo de instrumento disponível para o cidadão exercer o seu direito, o novo código define claramente no Capítulo V, referente ao Cidadão, o seguinte:


       ”Art. 72. Todo cidadão ou entidade civil tem o direito de solicitar, por escrito, aos órgãos ou entidades do Sistema Nacional de Trânsito, sinalização, fiscalização e implantação de equipamentos de segurança, bem como sugerir alterações em normas, legislação e outros assuntos pertinentes a este Código.
Art. 73. Os órgãos ou entidades pertencentes ao Sistema Nacional de Trânsito têm o dever de analisar as solicitações e responder, por escrito, dentro de prazos mínimos, sobre a possibilidade ou não de atendimento, esclarecendo ou justificando a análise efetuada, e, se pertinente, informando ao solicitante quando tal evento ocorrerá.
Parágrafo único. As campanhas de trânsito devem esclarecer quais as atribuições dos órgãos e entidades pertencentes ao Sistema Nacional de Trânsito e como proceder a tais solicitações.”

     A Lei Municipal 3.261/01, de 04/07/2001, instituiu a Cettrans como Órgão Municipal de Trânsito, com o objetivo de cumprir e fazer cumprir a legislação e as normas de trânsito sob sua circunscrição (art. 1º).

     Uma das principais atividades hoje exercidas pela Cettrans é a fiscalização do trânsito, que é realizada através dos Agentes de Trânsito.

     De acordo com o Código de Trânsito Brasileiro, o Agente de Trânsito é a pessoa “credenciada pela autoridade de trânsito para o exercício das atividades de fiscalização, operação, policiamento ostensivo de trânsito ou patrulhamento”. (Anexo I). E ainda, o artigo 24, inciso VI, do mesmo Código, define a função do Agente de Trânsito: “executar a fiscalização de trânsito, autuar e aplicar as medidas cabíveis, por infrações de circulação, estacionamento e parada, … no exercício regular do Poder de Polícia de Trânsito.”

     Muitas vezes, o Agente é visto como o “multador”. Quando na realidade, seu papel vai muito além de operar e fiscalizar o trânsito. Ele também desempenha papel de educador, através da orientação e conscientização de condutores e pedestres que transitam diariamente pelas vias. Seu trabalho organiza e disciplina esse espaço de cidadania, que é o trânsito; e dá suporte em casos de acidentes ou na realização de eventos, que necessitem de ordenamento. Enfim, o trabalho dele ajuda a melhorar a fluidez do tráfego em toda a cidade e, conseqüentemente, a qualidade de vida da população.
 FISCALIZANDO TRANSITO

     Vale ressaltar que os Agentes são servidores concursados e deveriam estar devidamente capacitados para o exercício da função, pois passaram por treinamento em curso específico para a atividade, com duração mínima de 240 horas.
        Entretanto na Cidade de Ilhéus, o CÓDIGO DE TRÂNSITO não é respeitado pela Prefeitura e muito menos pelos seus AGENTES DE TRÂNSITO.

MODIFICANDO (30)

     Na verdade, a grande maioria não possui QUALIFICAÇÃO adequada para exercer tal função, a prova disso são a imagens que estão neste VIDEO, que comprovam a INCAPACIDADE dos profissionais.

      Os AGENTES fazem de tudo, menos cumprir com suas obrigações primordiais, mas em vez disso, se preocupam em ficar falando AO CELULAR ou ficar admirando a BELEZA da Baía do Pontal, enquanto o TRÂNSITO se transforma em um verdadeiro CAOS.

TRANSITO CONGESTIONAMENTO  (15)

     Só para seu conhecimento a cidade de Ilhéus tem 89 AGENTES DE TRÂNSITO.

A PERGUNTA É A SEGUINTE:

O QUE  PODE SER FEITO?

=================

Comentários:

        Todos os comentários são moderados, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Não serão aceitas mensagens com links externos ao site, em letras maiúsculas, que ultrapassem l mil caracteres, com ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência.

Não há, contudo, moderação ideológica. A ideia é promover o debate mais livre possível, dentro de um patamar mínimo de bom senso e civilidade. Obrigado.

out 28

Acidente com ônibus de estudantes deixa 11 mortos no interior de SP

     Um grave acidente entre um ônibus que transportava estudantes e um caminhão de óleo vegetal deixou 11 mortos e 30 feridos, dos quais 15 com gravidade, informou a Polícia Rodoviária Estadual.

ACIDENTE ONIBUS

      A batida ocorreu às 23h30 de ontem (27) na Rodovia Deputado Leônidas Pacheco Ferreira (SP-304), altura do quilômetro 368, em Ibitinga. A forte colisão fez o caminhão pegar fogo.

     De acordo com a polícia, os alunos são da cidade de Borborema e voltavam de uma viagem escolar. Os feridos foram encaminhados para dois hospitais da região, em Ibitinga e Borborema.

     Por volta das 7h30, segundo a Polícia Rodoviária, a pista seguia interditada em ambos os sentidos para a limpeza do óleo vegetal que vazou. O trânsito está sendo desviado pelo interior da cidade.

Fonte: Agência Brasil

=============

Comentários:

        Todos os comentários são moderados, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Não serão aceitas mensagens com links externos ao site, em letras maiúsculas, que ultrapassem l mil caracteres, com ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência.

Não há, contudo, moderação ideológica. A idéia é promover o debate mais livre possível, dentro de um patamar mínimo de bom senso e civilidade. Obrigado.

out 16

50 Anos de Shinkansen (Trem-Bala)

CHINA

      O termo “shinkansen” significa “Nova Linha Troncal” e refere-se aos carris (trilhos) enquanto que os comboios são referidos oficialmente como “Super Expressos”. Que tal conhecer um pouco sobre a trajetória do shinkansen durante suas cinco décadas de história?

  Às 10 horas do dia 01 de outubro de 1964, faltando menos de duas semanas para o início dos Jogos Olímpicos de Tóquio, acontecia um marco histórico no Japão: A inauguração da primeira linha de trem bala, o Tokaido Shinkansen que ligava Tóquio e Osaka.
A obra havia começado em 1959 e no dia da inauguração, os dois comboios Tokaido Shinkansen, chegaram aos seus destinos na hora prevista. Centenas de pessoas puderam testemunhar este evento histórico, que juntamente com os Jogos Olímpicos, comprovou a incrível recuperação do Japão após a Segunda Guerra Mundial e também marcou o início da sua ascensão econômica.

BALA TREM

O Primeiro Shinkansen: Series 0

      Anteriormente, a viagem entre as duas maiores cidades do Japão levava cerca de sete horas em trem convencional. Essa viagem ficou reduzida a quatro horas com o trem bala recém inaugurado. Já se passaram 50 anos e muitas mudanças positivas ocorreram nessas cinco décadas de história.
50 anos atrás, muitas linhas de trem comuns cruzavam o país, mas eram insuficientes para os anseios de desenvolvimento no pós-guerra. O objetivo do Tokaido Shinkansen, era trazer pessoas para a capital japonesa, uma área que estava em franco desenvolvimento industrial no pós-guerra.
Tóquio nessa época já era densamente povoada e muitas famílias que se mudaram para lá, tinham que morar nos arredores da cidade, longe do centro. Os preços dos imóveis dispararam em 1970, e pior ficou na década de 1980 com a “bolha econômica”, obrigando as pessoas a morar em periferias.
Com isso, a área metropolitana de Tóquio cresceu de forma imensurável, tornando-se em uma das maiores megalópole do mundo, que abriga cerca de 37 milhões de pessoas, correspondendo a cerca de 27% da população total do Japão e também conhecida como a área urbana mais populosa do mundo.

BALA TREM 02

Tokaido Shinkansen N700 serie

     No início da década de 1950 o trem convencional que fazia esta rota excedia 150% da capacidade. Não era incomum os viajantes demorarem duas horas para chegar ao trabalho. Esse foi um dos principais motivos que levaram a Japan National Railways (JNR) decidir desenvolver um comboio mais rápido.
Em abril de 1959 a construção do Tokaido Shinkansen começou com um orçamento inicial de ¥ 200 bilhões (R $ 1,1 bilhão), embora o custo total tenha sido o dobro desse valor. Após a conclusão, a linha foi um sucesso imediato, atingindo a marca de 100 milhões de passageiros em menos de três anos, em 13 de Julho de 1967 e um bilhão de passageiros em 1976.
 Hoje, o Tokaido Shinkansen opera sozinho 323 trens por dia.   Tóquio está se tornando ainda mais densa e mais vertical – não só para cima, como também para baixo. Com o aumento do fluxo de passageiros na capital, a JR East tem que cavar cada vez mais fundo para criar mais plataformas subterrâneas.

BALA TREM 03

Shinkansen Series 700

     Os primeiros trens balas atingiam velocidades de até 220 km/h. Ao contrário dos modelos mais recentes, eles eram feitos de aço ao invész de alumínio e precisavam de manutenção constante por causa da ferrugem. Um dos carros originais se encontra no Museu Ferroviário Nacional Britânico, em York.
Muitos outros modelos foram criados desde então, cada um com seu estilo. Atualmente, os trens-balas japoneses chegam a velocidades médias de 300 km/h, estando entre os trens-balas mais rápidos do mundo. Antigamente por causa da natureza montanhosa do país, as viagens eram longas pois as linhas pré-existentes tinham que contornar vários obstáculos.
     Com a inovação férrea, túneis e viadutos foram construídos para encurtar as viagens, rompendo com essas barreiras. Hoje em dia, asferrovias japonesas são reconhecidas por sua eficiência, segurança, pontualidade e limpeza.

Curiosidades sobre o shinkansen

BALA TREM 04

Kodama Shinkansen e Monte Fuji

O trem-bala foi inventado pelo engenheiro ferroviário Hideo Shima, que convenceu o governo japonês e o Banco Mundial a financiar o projeto Tokaido Shinkansen, com um percurso de 320 km entre Osaka e Tóquio.
Os trens-bala originais, da Série 0, que pararam de funcionar em 2008, fizeram viagens suficientes para circular o planeta Terra 30.000 vezes.
A pontualidade realmente é algo marcante no que diz respeito aos transportes públicos no Japão. O atraso máximo de um Shinkansen é de 10 segundos.
Apesar do Japão estar localizado em uma zona sísmica ativa, nunca houve um acidente fatal em 5 décadas de trem-bala. Atualmente, os trens possuem um computador que ao primeiro sinal de terremoto, reduz a velocidade até a paragem completa, o que demora em torno de três minutos e 45 segundos.
A limpeza também é algo presente no sistema ferroviário japonês. Assim que um trem chega ao seu terminal, uma equipe de mulheres com uniforme cor-de-rosa limpam os vagões, deixando-os impecáveis para a viagem de retorno.
O Sistema Ferroviário Nacional foi privatizado em 1987 com o objetivo de que o serviço no setor de passageiros se tornasse mais eficiente e rentável.
A maioria dos Shinkansen interrompe seus serviços à meia noite para a manutenção, só retornando ao serviço às 6:00 da manhã.
O primeiro descarrilamento de um trem Shinkansen ocorreu durante o terremoto de Chuetsu em 23 de Outubro de 2004, quando oito dos dez carros do Joetsu Shinkansen descarrilaram perto da estação de Nagaoka, Niigata. Por sorte não houve mortes e nem feridos entre os 154 passageiros.
Atualmente, o sistema de shinkansen abrange 2.397 quilômetros, interligando o Japão de norte a sul. A última linha que faltava para conectar todo o país (exceto Okinawa) era o Kyushu Shinkansen, inaugurado em 2011.
O Chuo Shinkansen é a linha maglev que em breve ligará Tóquio, Nagoya e Osaka. Está sendo construído pela JR Tokai e quando ficar pronta, o tempo de viagem entre Tóquio e Nagoya será de apenas 40 minutos.
O maglev – abreviação de “de levitação magnética” tem capacidade de alcançar altas velocidades que podem chegar a mais de 500 km/h, porém para esse intuito, ele necessita mover-se em linha reta o máximo possível. Como a topografia do Japão é muito montanhosa, 86% da jornada será subterrânea, o que não é nada atrativo para passeios turísticos.
     Os trem-balas japoneses são confortáveis e silenciosos, quase como um avião sob trilhos. Porém, vale lembrar que infelizmente trata-se de um transporte caro, ainda que muito útil se temos pressa em chegar a qualquer destino. Confira um vídeo onde se pode ter noção da rapidez dos shinkansen:

AGORA VEJA ESSE VÍDEO

==============

Comentários:

        Todos os comentários são moderados, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Não serão aceitas mensagens com links externos ao site, em letras maiúsculas, que ultrapassem l mil caracteres, com ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência.

Não há, contudo, moderação ideológica. A idéia é promover o debate mais livre possível, dentro de um patamar mínimo de bom senso e civilidade. Obrigado.

 

 

 

Página 1 de 212